Nossa postagem de hoje aborda um tema pouco falado em blogs por aí. Porém, trata-se de um assunto muito importante, pois fugas e quedas de hamsters são acontecimentos muito comuns, e muito perigosos também.

Photo by pyza* on flickr

Preciso alertar o perigo que é colocar hamster em gaiola adaptada. Não adianta se a gaiola está telada, coelheira não é ambiente adequado pra hamster. Vende-se gaiola de hamster em vários petshops, basta procurar uma de tamanho adequado que caiba no seu orçamento. A mesma coisa vale para quem opta para caixas organizadoras. Evite ao máximo fazer buracos ou comprar das caixas com ondulações. Muitas vezes subestimamos a inteligência e a astúcia dos nossos pequenos, e quando nos damos conta, já abriram um buraco e encontram-se bem longe de casa.

Um hamster sozinho e perdido dentro de casa é um tanto quanto perigoso. Ainda mais se você possuir animais domésticos que não estão acostumados a brincar com ele. É muito difícil alguém não ter um gatinho ou cão intolerante a outro animalzinho em casa, certo?! Por isso, para evitar tragédias, adquira um alojamento seguro para o ham.

Photo by locomon on flickr

Outra coisa que devemos evitar são as quedas e os atritos. Sempre que retirar o hamster da gaiola, independente da espécie, segure com jeito para que não pulem ou fujam. Não é todo hamster que fica tranquilo na mão, então é bom ser cauteloso quando for manusear. 

Alguns hamsters chegam a desmaiar se caem de determinada altura. Para outros, infelizmente, a queda é fatal. O corpo deles é bem pequeno e eles não estão acostumados a caírem de grandes alturas, já que são animais que raramente ou nunca serão visto escalando uma árvore, por exemplo.

Sempre que for remover o seu hamster da gaiola, seja pra brincar ou fazer a limpeza e transferí-lo de alojamento, faça em cima da cama. Uma mesa pode parecer segura, mas você não pode usar o seu corpo como barreira pra que ele não caia. Além da cama ser confortável e os hams amarem correr nela, não é um lugar tão alto ou tão pequeno que você não possa correr imediatamente para pegá-lo, caso ele corra ou tente pular. E ainda assim, muitas das vezes em que eles tentam descer, agarram suas unhas no edredon ou cobertor e descem escalando, não se jogando.


Muito cuidado ao usar a Hamster Ball também! É um brinquedo que deve ser usado com supervisão do tutor sempre. Atritos contra as paredes, armários, quedas de degraus ou escadas também podem ser nocivos. Com sorte, o hamster pode apenas ficar tonto, mas se acontecer o pior eles também podem se machucar. Outra coisa que deve-se notar é a tampa, que deve ser sempre bem fechada pra evitar acidentes.

Photo by locomon on flickr

♥ Extra: Dicas para encontrar um hamster fujão!

1. Verifique todos os cantos possíveis: Hamsters amam se enfiar em cantinhos minúsculos. Retire os móveis do lugar bem devagar, para não machucá-lo caso esteja atrás de um deles.

2. Olhe embaixo dos cobertores e travesseiros: Esses pequenos adoram um lugar macio e quentinho. Não é raro eles sumirem dentro de embolos de coberta quando os soltamos conosco na cama. Verifique também onde você guarda as roupas de cama e dentro dos cestos de roupa suja!

3. Certifique-se de que nenhum animal possa pegá-lo: Animais como cães e gatos instintivamente podem matar um hamster. Eles não comem esses animais, mas matam para provar alguma coisa pro tutor, seja que ele é capaz de te proteger ou te oferecendo aquele alimento. Tente manter esses animais fora de casa enquanto você não encontrar o seu hamster. Verifique as casinhas, para ficar sabendo se aconteceu o pior.

4. Vasculhe e arme emboscadas: Depois de procurar em todos os lugares possíveis, desde latas de lixo no banheiro, ralo e até no quintal do vizinho, arrume as emboscadas. Faça trilhas de alimento com as sementes preferidas do seu peludinho. Verifique de hora em hora, e se notar alimento faltando, comece a procurar! É interessante fazer mais de uma trilha, dentro de casa, na lavanderia, quintal e onde mais der. Assim você pode encontrá-lo com mais facilidade.

Depois é só torcer e quando encontrar, dar bastante beijo e carinho, e principalmente providenciar um alojamento anti fugas! 

Não desistam, sempre pode parecer difícil, mas tem como encontrar. E caso não encontre, não se deixe entristecer, mas torne-se responsável com o acontecimento e nunca mais use alojamentos inapropriados e nem se esqueça de verificar as travas das portinhas. Beijão!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...